.
Aurium.Colivre.Coop.br Esse site é Legal Demais para Internet Explorer

Aurium :: BlogadaAurium20050720191034

Últimas blogadas:

%HEADLINES{"http://softwarelivre.org/aurium/blog/feed" refresh="600" header="SoftwareLivre.org" limit="15" format=" * $title" }% %HEADLINES{"http://cirandas.net/aurium/blog/feed" refresh="600" header="Cirandas.net" limit="15" format=" * $title" }%



Andei ouvindo e lendo por aí comentários preconceituosos sobre Software Livre, sobre a GPL… Coisas baseadas em achismos por falta de conhecimento. Chegaram a dizer que empresas estão se aproveitando de programadores, usando a contribuição deles para que não seja preciso pagar. Tisc tisc tisc… mas que visão limitada…

Eu nem vou comentar sobre as comparações esdruxulas entre código (idéia) e objetos (matéria).

Antes que digam qualquer coisa, eu sou programador e artista digital, trabalho exclusivamente com Software Livre e sou autônomo. Não existe nenhuma empresa me controlando, na verdade agora eu tenho controle sobre o meu trabalho. Trabalho o quanto e como eu quero e ainda ganho melhor, muuuito melhor (a qualidade do trabalho também aumentou muito, já que não tem ninguém fazendo dinheiro as minhas custas colocando pressão). Estando envolvido com a Comunidade do Software Livre o meu trabalho ajuda e é ajudado por outras pessoas, provendo qualidade para os serviços prestados por mim e por outros interessados nas mesmas ferramentas (O TWiki é o carro chefe aí).

Por conhecerem apenas a realidade de instituições pseudo-educacionais, que são certas faculdades particulares, alguns chegam a acreditar que só caras de Redes e BD incentivam o Software Livre porque não vivem da programação. Será que são só esses caras que impulsionam o SL? Se fosse assim o GNU/Linux teria esse tamanho e qualidade? E os outros milhares de Softwares Livres… foram feitos por brincadeira?

Então, aos que se preocupam com o dinheiro e turvam seus olhos para as possibilidades, digo: Você não quer fazer Software Livre. Tá… pelo meu ponto de vista você só perde. Mas a escolha é sua (e o problema é seu).

Ainda disseram que o Software Livre não tem nada de livre porque ele não pode escolher cobrar pelo software depois e coisas do gênero…

Bem, acho que pessoas com um mínimo de maturidade sabem disso, mas lá vai: Liberdade total é inconsistente. A liberdade de se expressar conflituaria com a liberdade de matar qualquer um que discorde de suas idéias, por isso, para garantir certas liberdades se tiram outras. Você quer a liberdade para cobrar licenciamento do seu software, então você arranca a liberdade de compartilhar o software.

Com o Software Livre nós buscamos a cooperação. A GPL e outras licenças com Copyleft garantem que o software sempre será livre. Se alguém usar um código com Copyleft, tem que compartilhar o trabalho resultante. Não quer compartilhar, se vire com outro software proprietário, ou faça que nem a Microsoft que pegou parte do código do BSD pra fazer o Windows 2000 funcionar direito na rede. (Que bom hem… puxa… Isso que é Software livre de verdade. Trabalha, trabalha, trabalha e depois dê para as empresas sugar o resultado.) Sem o Copyleft a retribuição das empresas é apenas uma questão de marketing. E retribui-se o quanto quiser. Com o Copyleft o preço já está claro (nada de monetarismo) tem que compartilhar.

Mas a IBM está investindo no Linux… Não é por marketing?

Sim e Não. O fato dela sair gritando por aí que investe no Linux é o marketing, mas ela precisa de um SO para seus super-computadores e serviços de on-demand. Os SO's que ela tinha já estavam sendo ultrapassados velozmente pelo Linux e BSD em vários pontos e seria muito caro investir para coloca-los na frente novamente. O que fazer? O negócio da IBM não é SO… Antes era hardware e agora é serviço. Então, o que importa é ter um SO que se adéqüe bem as suas necessidades pra colocar as coisas funcionando. Qual escolher? Linux ou BSD? Com a licença BSD a IBM poderia inserir suas melhoras e fechar o SO só pra ela. Beleza? Não… Assim não seria possível aproveitar diretamente as correções e melhorias que a comunidade que guia o desenvolvimento já faz com freqüência. Então o melhor seria investir no BSD e deixar para fechar no momento certo? Não… fazendo isso a IBM deixaria seu investimento pra ser sugado por outras concorrentes, como a Microsoft tem feito. (É por isso que a M$ não fala mal do BSD, aliás ela até elogiou a licença BSD… Ela pode ser tudo, mas não cospe no prato que comeu. stick out tongue )

A IBM escolheu investir no Linux porque teria o SO que funciona no maior número de plataformas da atualidade pronto para suas mais diferentes idéias de serviços, um fortíssimo nome para marketing e a garantia de que seu investimento não seria simplesmente sugado por outras concorrentes. Se alguém quiser usa-lo como base para outros serviços, terá que compartilhar as melhorias colocadas.

O Copyleft garante que o conhecimento humano não será usurpado pala industria sem cooperação. Isso é o que garantirá a evolução do conhecimento humano. Livre, como era antes do copyright e das patentes.

Você está inseguro com o Software Livre porque acha que não é compatível com o mercado? O mercado é representação do que as pessoas desejam (ou são impulsionadas a desejar, esse é o problema). Um verdadeiro empreendedor não se preocuparia com isso… Ele faz o mercado.

Opa… mas Software Livre não era coisa de comunista?

DiggThis

Copyright © 2004 - 2019 Aurélio A. Heckert
Conteúdo licenciado sob Creative Commons by-nc-sa